Política

Araguaína deve ter eleição para câmara federal acirrada; 10 nomes são cotados

Faltando apenas um ano para as eleições 2022, o cenário político da capital econômica do Tocantins segue agitado, há quem diga, que Araguaína dá o norte das eleições no estado. Sendo assim, a disputado à câmara federal promete uma boa briga no próximo ano.

Na reeleição, dois nomes são confirmados como pré-candidatos, o do deputado federal Tiago Dimas do solidariedade, e o deputado Célio Moura, do PT. Célio está animado com a polarização entre Lula e Bolsonaro, já Tiago Dimas deve se filiar ao Podemos, que tem seu pai Ronaldo Dimas como pré-candidato ao governo do Tocantins.

Além destes nomes, ao menos 08 outras candidaturas devem ser confirmadas no próximo ano.

São eles;

Ygor Cortez: Vereador de primeiro mandato em Araguaína, Ygor é um dos nomes do meio evangélico que deve disputar uma vaga na câmara federal, ele já disputou outras duas vezes uma vaga à assembleia legislativa.

Ricardo JM: Jornalista do site JM Notícias, Ricardo é bem articulado no meio evangélico no Tocantins, disputou as eleições em 2020 como candidato a vereador, e atualmente é o primeiro suplente do PROS. Ricardo deve disputar uma vaga a câmara federal.

Ângela Mota: Dra Ângela Mota é diretora da Faculdade de ciências do Tocantins (Facit). Deve disputar eleição pelo PODEMOS, com forte apoio da classe dos dentistas no estado.

Valéria Domingues: Valéria Domingues, é professora da rede estadual de ensino, empresária, e ex-presidente do CCABA, ligada ao movimento comunitário em Araguaína, deve disputar eleição pelo PODEMOS, Valéria é ligada ao ex-prefeito e pré candidato a governador Ronaldo Dimas.

Walisson Silva: Walison Silva, é apresentador do Programa Alô Tocantins em Araguaína, é presidente estadual do PATRIOTA, atualmente é coordenador de juventude da prefeitura de Araguaína. Bem articulado com patriota nacional, é candidato a pedido da direção nacional do PATRIOTA.

Lázaro Botelho: Deputado federal por três mandatos, Lázaro Botelho ficou na primeira suplência em 2018. Deverá ser candidato pelo PSL, na base do governador Mauro Carlesse.

César Halum: Deputado federal por dois mandatos, Halum se candidatou a senador nas eleições 2018, atualmente é secretário nacional do ministério da agricultura do governo federal. Deve disputar novamente pelo PRB uma vaga ao congresso nacional.

Hélio Rodrigues: Militante bolsonarista, Hélio deve disputar uma vaga ao congresso nacional de olho na popularidade do presidente Jair Bolsonaro.