Polícia

Homem que descumpriu medida protetiva de urgência é preso em flagrante pela Polícia Civil em Araguaína

Um homem de 38 anos, acusado de descumprir medida protetiva de urgência, foi preso, em flagrante delito, na manhã desta terça-feira, 26, em Araguaína, durante ação realizada por policiais civis da 3ª Delegacia de Atendimento à Mulher (3ª DEAM), sob a coordenação das delegadas Ana Maria Varjal e Sarah Lilian.

A operação policial que resultou na captura do indivíduo foi deflagrada logo depois que a vítima, ex-companheira do homem foi até a unidade policial especializada e relatou que mesmo com medida protetiva deferida pela justiça seu ex-companheiro a estaria impedido de retirar seus pertences pessoais, bem como se recusava a sair da residência.

De posse das informações, a equipe da 3ª DEAM foi até à residência e constatou que o investigado ainda estava no interior do imóvel, em flagrante descumprimento à decisão judicial que determinava seu afastamento do local. Diante do fato, o indivíduo foi preso, em flagrante e conduzido até a 5ª Central de Atendimento da Polícia Civil, em Araguaína. Após a realização dos procedimentos legais cabíveis, o indivíduo foi recolhido à Unidade Penal local, onde permanecerá à disposição do Poder Judiciário.

De acordo com as delegadas Ana Varjal e Sarah Lilian, operações como a desencadeada no dia de hoje reiteram o compromisso da Polícia Civil em combater a prática de violência doméstica e familiar contra a mulher no município de Araguaína.

“A PC-TO não tem medido esforços no enfrentamento aos crimes cometidos contra a mulher, sendo assim, é de suma importância que a vítima de algum tipo de violência, seja ela física, psicológica, patrimonial, sexual ou moral, compareça a DEAM mais próxima, ou procure qualquer Delegacia da Polícia Civil e faça a denúncia, para que a Polícia Civil do Tocantins possa tomar as medidas que se fizerem necessárias”, ressaltaram as Delegadas  Ana Maria Varjal e Sarah Lilian.